Histórico

O Embrião do Serviço de Mastologia teve início em 1980 quando Dr José Roberto Figaro Caldeira iniciou especialização em Mastologia. Em outubro de 1984 constituiu-se o Departamento de Mastologia do Hospital Amaral Carvalho de Jaú, sendo um dos pioneiros no interior do Estado de São Paulo.

Com a chegada do Dr João Ricardo Auler Paloschi no ano de 1998 e posteriormente Dr Ailton Joioso em 2001, o serviço de Mastologia do Hospital Amaral Carvalho de Jaú foi se consolidando e a partir de 2001 iniciou-se a Cliam – Clínica de Atenção à Mulher, com os serviços de Mastologia e Ginecologia. A partir de abril de 2013, firmou-se como Cliam - Centro de Mastologia de Jaú, atuando exclusivamente na atenção à saúde mamária. Já no ano de 2016, a Cliam passou a se chamar somente Centro de Mastologia Jaú.

A experiência de mais de 35 anos, dedicados exclusivamente ao diagnóstico e tratamento das patologias benignas e malígnas das mamas, permite os bons resultados reconhecidos pela população atendida, bem como pelas entidades médicas especializadas na área.

product 1

Corpo Clínico

Dr José Roberto Figaro Caldeira

CRM 31640

• Formado pela Faculdade de Medicina de Botucatu- Unesp /SP
• Mastologista – Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Mastologia
• Doutor em Ciências Biológicas- Genética em câncer de mama- UNESP- Botucatu
• Diretor Técnico da Cliam- Centro de Mastologia de Jaú- SP
• Responsável pelo Departamento de Mastologia do Hospital Amaral Carvalho de Jaú-SP

Dr João Ricardo Auler Paloschi

CRM 82878

• Formado pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto- SP
• Residência Médica em Mastologia- Faculdade Medicina São José do Rio Preto
• Mastologista- Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Mastologia
• Responsável pelo Serviço de Prevenção ao Câncer de Mama- Pró-mama do Hospital Amaral Carvalho de Jaú

Dr Ailton Joioso

CRM 88213

• Formado pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto- SP
• Residência Médica em Mastologia- Faculdade Medicina São José do Rio Preto
• Mastologista- Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Mastologia
• Preceptor do Serviço de Residência Médica em Mastologia do Hospital Amaral Carvalho de Jaú-SP

Dra Fernanda Nunes Paes

CRM 127973

• Formada pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública-BA
• Mastologista- Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Mastologia
• Título de Habilitação em Mamografia pela Sociedade Brasileira de Mastologia e Colégio Brasileiro de Radiologia.
• Responsável pelo Serviço de Mamografia e Ultrassonografia da CLIAM- Centro de Mastologia de Jaú- SP

Procedimentos Realizados

Indicada anualmente a partir dos 40 anos de idade ou antes desta faixa etária com indicação médica. De extrema importância na luta contra o Câncer de Mama, principalmente na detecção de lesões iniciais, não palpáveis(Prevenção secundária), onde as chances de cura de um câncer mamário atinge índice superior à 90%.
Importante aliado à mamografia, quando esta revela nódulos mamários, áreas mais densas de tecido, ficando portanto difícil definir a lesão somente pelo exame radiológico. Diferencia nódulos sólidos de nódulos císticos, comumente encontrados nas mamas. Informa também através das características de imagem, lesão suspeita para malignidade.
Na presença de nódulo mamário palpável ou não, diagnosticado através do ultrassom, a maneira mais simples de tentativa de elucidação da lesão é a coleta de material do nódulo sendo visualizado pelo Ultrassom. Ao dirigir a agulha fina e introduzida neste nódulo, promover a coleta de material para realização de exame citológico, isto é, análise das células que compõe a lesão, para descartar ou confirmar a presença de possíveis células malignas, revelando um Câncer.
Na presença de nódulo mamário de característica sólida, palpável ou não e com possível suspeita de malignidade, a biopsia por agulha grossa (core-biopsy) guiada por ultrassom sob anestesia local, é a forma adequada de colher pequenos fragmentos deste nódulo, sob visão direta da agulha e do nódulo-alvo, a fim de se obter material para análise histológica da lesão, para descartar ou confirmar possível diagnóstico de malignidade (câncer).

Convênios atendidos

Unimed

CABESP

CASSI

RAÍZEN

APAS

IPMJ